Desenvolvido por Ricardo Ventura
ricardo.ventura777@hotmail.com
Erva de São João  ou Metionina
O nome científico da erva de São João é Hiypericum perforatum L., pertence à família Hipericáceas. È uma planta cujo sua origem é advinda da Europa, Ásia e África do Norte. Atualmente, entretanto, sendo cultivada em todos os continentes. Toda a planta é utilizada, especialmente as flores para fins fitoterápicos.

A Erva de São João é conhecida também pelos seus sinônimos artemigem, artem´sai-verdadeira, artemísia-vulgar, artemísia-comum.

A erva de São João é uma pequena planta aromática, apresentando na época de São João flores amarelas que só vivem um dia e logo depois murcham. A erva de São João deve ser colhida na época da floração.
Os gregos empregavam a erva de São João pelas suas propriedades diuréticas, analgésicas e cicatrizantes.

Seu nome vem do grego e significa segundo a versão mais aceita - "aquilo que está em cima do imaginado". Sempre fez parte dos ritos de passagem do solstício de verão nas culturas celta, romana e grega. Na mitologia nórdica, pertencia a Balder, o deus radiante da luz e o mais bonito de todos. Para banir suas origens pagãs, a Igreja a rebatizou, na Idade Média, como o nome de Erva de São João. Apesar disso, continuou a ser utilizada, durante muito tempo, para afastar os espíritos negativos. Era pendurada nas portas das casas como proteção contra demônios e bruxas, ou carregada junto ao corpo com verbena. Porém, para aumentar assuas virtudes - medicinais e mágicas -, tinha que ser colhida na noite de São João e passar pela fogueira.

Constituintes da Erva de São João

A erva de São João é composta pelas seguintes substâncias: óleo essencial, taninos, resina, pectinas, glicosídeos (hipericina - corante vermelho) flavonóides (hiperosídeo, quercitina, rutina, quercitrina), catequinas, fitoesteróis (B-sitostero0, vitamina C e P, carotenos, saponinas, princípios amargos e vitamina C.


Interações farmacológicas da Erva de São João

Foram encontradas no hipérico propriedades antidepressivas - às vezes é chamado de Prozac natural - e antivirais, especialmente contra o vírus da gripe, da estomatite vesicular e do herpes. Além disso, a Erva de São João possui também atividade aninflamatória, hipotensora e antidiarréica.

O conjunto de todos seus componentes estimula os órgãos digestivos, inclusive a vesícula biliar, e tonifica a circulação.

A hipericina exerce ligeira ação calmante, auxiliando em quadros depressivos.
A ação adstringente é dada pela presença de taninos e flavonóides na sua composição. Já as saponinas são responsáveis pela ação estimulante da circulação sanguínea, levando a uma tonificação e eliminando impurezas intercelulares.

Os princípios amargos asseguram ação digestiva, pois estimulam a secreção dos sucos digestivos.


Indicações da Erva de São João

Balmé fala de sua ampla esfera de ação na medicina popular da Europa. Em uso interno, é indicada para gota, reumatismo, bronquite, dispepsias em geral, intoxicações do fígado e menstruações irregulares; serve ainda como vermífuga e combate a incontinência noturna das crianças. Externamente é usada contra queimaduras, inflamações e feridas em geral. Além dessas propriedades, Alonso (1998) relata ainda seu emprego como sedativo, antidepressivo, antifebril . vermífugo, reumatismo e antidiarréico.


Contra-indicações da Erva de São João

Não é recomendada para mulheres que amamentam. A planta é tóxica quando usada em doses elevadas, bem acima das indicadas.

A metionina é um dos aminoácidos codificados pelo código genético , sendo portanto um dos componentes das proteínas dos seres vivos.

É um codão  de iniciação na síntese protéica . Para se formar uma proteína , este codão do DNA  é lido em primeiro lugar pela célula, marcando o ponto de início da síntese.

Hipericum Perforatum

Estimulando a produção de Melatonina, a Erva de São João abre perspectivas maravilhosas:
- Sono regular: você desperta em forma, com mais energia para as exigências quotidianas. Não cria hábito nem problemas gástricos. Excelentes resultados no tratamento do temível ‘síndrome do fuso horário’, resultado de longos vôos.

- Melhoramento na vida sexual, seja qual for a sua idade. A Melatonina regula a vitalidade de todas as glândulas, tanto nos homens como nas mulheres.

- A Melatonina regula o nosso sistema imunológico mantendo-nos em forma até uma idade muito avançada.

- Previne estados de depressão e mudanças de humor, mas sem qualquer sintoma de atordoamento: os seus sentidos continuam alerta. Ele é considerado o Prozac natural.

Modo de utilização:

A composição eficaz é de 300 mg.

Até 6 cápsulas por dia: 1 de manhã, 2 à tarde e 2 à noite, quando necessário para casos de grande stress. É suficiente 1 de manhã e outro a noite.

Atenção: em grande quantidade, no caso de peles sensíveis pode ocorrer foto-sensibilização. Conservação: mantenha as cápsulas em local seco, à temperatura ambiente.

Composição: Ingredientes: óleo de soja, erva de S.João (Hipericum Perforatum), emulsificante: lecitina de soja, agente de cobertura: cera de abelhas