Desenvolvido por Ricardo Ventura
ricardo.ventura777@hotmail.com
Terapia dos sucos verdes
Entre os brotos, destacam-se os grãos que são germinados em terra durante sete ou mais dias, segundo o clima e a altitude do lugar. Trata-se do trigo, cevada, aveia, centeio, milho - todas aquelas sementes que produzem brotos parecidos à humilde grama (monocotiledôneas).

São plantas que possuem enorme capacidade reequilibradora e nutriente para o organismo humano por serem alimentos praticamente completos.

Ocupam um lugar muito importante na Alimentação Viva, tanto no aspecto preventivo como no de cura. Podem ser considerados como suplementos multivitamínicos e multiminerais, lembrando que também possuem os aminoácidos essenciais, a clorofila e as enzimas (o trigo verde contém 17 aminoácidos, entre eles os 8 essenciais).

A molécula da clorofila é igual àquela do sangue, com a diferença de que no núcleo da célula de hemoglobina encontra-se ferro, enquanto que no núcleo da célula de clorofila encontra-se magnésio. Quando ingerida, a clorofila vai diretamente ao sangue e seu núcleo transforma-se em ferro, como se efetuasse uma transfusão. Além disso, seu alto teor em oxigênio ativa todas as funções corporais, proporcionando uma ação bactericida completa. Para aproveitar as qualidades “milagrosas”, é preciso extrair o suco da planta com um aparelho tipo moinho de grãos. Quando utilizamos um liquidificador perdemos muito do seu poder energético e nutritivo.

O suco é ativo (vivo) durante somente meia hora. Após este tempo o suco oxida, muda de cor e sabor e torna-se tóxico.

A quantidade máxima a tomar de uma vez é de 60 g, que é o limite metabolizável. No caso de pessoas muito sensíveis, é necessário começar com doses muito pequenas, quer dizer com colheradas. No bebê e animal pequeno, podemos ministrar com conta-gotas. Podemos tomar o suco diariamente ou por épocas.

Algumas pessoas não conseguem dormir, se o tomarem à noite. O uso freqüente mantém o organismo livre de parasitas. Além de tomar o suco por via oral, o suco pode ser utilizado como desinfetante e cicatrizante em cortes, queimaduras e feridas, assim como no tratamento local de eczemas, psoríase, fungos, úlceras, gangrenas. É utilizado também na inflamação dos olhos e ouvidos e para aplicação vaginal e retal. É possível aproveitar as propriedades do suco de brotos verdes também em forma de emplastro. As pessoas que fazem uso de argila podem utilizá-lo no lugar da água para diluir a terra.